Tropa do arranca: Ladrões de celular são presos em operação. Veja vídeo:

Uma organização criminosa especializada em furto de celulares em eventos do Distrito Federal foi presa por investigadores da Divisão de Repressão a Roubos e Furtos (DRF) II, no âmbito da Operação Pickpocket, deflagrada na manhã desta segunda-feira (22/4).

A quadrilha se denominava como “Tropa do Arranca”, segundo os investigadores. O grupo surgiu no Distrito Federal com a finalidade específica de praticar crimes de furto, furto mediante fraude, roubo, estelionato e receptação.

A operação conta com um efetivo de aproximadamente 300 policiais civis, que cumprem 52 ordens judiciais de busca e apreensão nas seguintes regiões administrativas: Águas Claras, Ceilândia, Recanto das Emas, Riacho Fundo 2, Samambaia, Sol Nascente, Taguatinga e Vicente Pires; além das cidades de Águas Lindas de Goiás (GO), Alexânia (GO) e São José do Rio Preto (SP).

Ao todo, 32 suspeitos são investigados. Alguns deles têm antecedentes criminais por roubo, furto, furto mediante fraude, estelionato e receptação.

A polícia identificou que a organização criminosa se subdividia em seis núcleos: o dos organizadores dos delitos; o dos responsáveis pelos furtos; o que guardava os aparelhos subtraídos; o responsável pelo desbloqueio dos celulares; o que receptava os itens furtados; e o que cuidava da logística financeira da quadrilha.

As atividades ilícitas do grupo incluíam furto, furto mediante fraude, roubo, estelionato e receptação, com a quadrilha operando em várias regiões administrativas do Distrito Federal e estendendo suas operações até cidades do estado de Goiás e São Paulo. Os investigadores executaram 52 ordens judiciais de busca e apreensão em locais estratégicos como Águas Claras, Ceilândia, Recanto das Emas, Riacho Fundo 2, Samambaia, Sol Nascente, Taguatinga, Vicente Pires, além de Águas Lindas de Goiás, Alexânia e São José do Rio Preto.

Os 32 suspeitos investigados na operação demonstram a complexidade e a organização da quadrilha, que estava dividida em seis núcleos operacionais distintos, responsáveis desde a organização e execução dos crimes até o desbloqueio e a receptação dos celulares furtados. Esta operação destaca a dedicação e a complexidade do trabalho policial no combate ao crime organizado na região.

Via Metrópoles

Veja também
Recentes
Memes do vovô
Memes do vovô
Memes do vovô