Soraya Thronicke critica hipocrisia em debate sobre aborto; veja vídeo

Senadora Soraya Thronicke

A senadora Soraya Thronicke (Podemos/MS) criticou fortemente, no Senado, a encenação que o senador Eduardo Girão (Novo/CE) promoveu sobre o projeto de lei 1904/24, conhecido como PL do Aborto. O projeto pretende proibir todas as formas de aborto, inclusive as atualmente permitidas por lei, como nos casos de estupro, anencefalia e risco de vida para a gestante.

A dramatização controversa marcou a sessão do Senado. Convidaram a atriz Nyedja Gennari para encenar um feto sendo abortado, incluindo gritos que simulavam um pedido para não ser abortado. Parlamentares bolsonaristas, como Marcos Rogério (PL-RO) e Damares Alves (Republicanos-DF), aplaudiram a performance.

Resposta de Soraya Thronicke

No dia seguinte à encenação, Soraya Thronicke pronunciou-se de forma contundente no plenário. Ela questionou a lógica do projeto, argumentando que penaliza apenas mulheres e médicos, sem punir os homens que participam do processo de aborto. Além disso, Thronicke também provocou os parlamentares, perguntando se eles enviariam suas próprias filhas para a prisão em casos de gravidez resultante de estupro.

Thronicke classificou a encenação como “vergonhosa” e um exemplo de “fundamentalismo” que tenta impor crenças religiosas pessoais sobre as liberdades individuais. Ela destacou que o Estado é laico e que a legislação atual já trata o aborto como crime, porém sem penalizar as mulheres em situações extremas. Ademais, a senadora criticou a falta de debates sobre o tema durante o governo Bolsonaro, sugerindo que a atual pressão para aprovar o PL é uma manobra política.

Conclusão

Em síntese, o debate sobre o PL do Aborto no Senado evidenciou a polarização e a necessidade de uma abordagem sensata e empática. A resposta vigorosa de Soraya Thronicke ressaltou as inconsistências e a hipocrisia na regulamentação dos corpos femininos, destacando a importância de um debate sem ideologias extremas e com respeito.

Veja também
Arrecadação do alvará até junho já supera 2023
Arrecadação de alvarás em Várzea Grande bate recordes
Várzea Grande, em Mato Grosso, registrou um aumento histórico na arrecadação de alvarás, superando os números de 2023. De janeiro a junho, o município arrecadou R$ 12,71 milhões, ultrapassando os…
Política
Recentes