Mulher diverte a web ao mostrar incrível diferença do rosto ao desativar filtros em APPS. Veja vídeo:

Quem nunca usou um filtro nas redes sociais que atire a primeira pedra! A humorista e estilista Cler Jardim, de São Paulo, inclusive defende a prática e não abre mão de um “filtrozinho”, a cada postagem que faz nos perfis dela. E achou um jeito super engraçado de mostrar a expectativa X realidade.

Em um dos vídeos, a influenciadora ficou espantada como um dos filtros rejuvenesceu seu rosto. “Que diabo de feitiçaria é essa?”, disparou. Em outra postagem, Cler brinca que o efeito é tão bom que “enquanto houver filtro, só vai ser feia pessoalmente”. “Quer me ver feia, vem aqui em casa 🤣”, escreveu.

A humorista e estilista paulista Cler Jardim é um exemplo de como essas ferramentas podem ser usadas não apenas para embelezar a imagem, mas também para entreter e engajar o público de maneira criativa.

Cler utiliza os filtros para criar um contraste humorístico entre a expectativa gerada pela tecnologia e a realidade do dia a dia, explorando essa dinâmica de uma forma leve e engraçada. Essa abordagem ressoa especialmente em uma era onde a perfeição digital muitas vezes contrasta fortemente com a realidade humana imperfeita. Ao expor essas discrepâncias, Cler consegue conectar-se com seu público de uma maneira autêntica, mostrando que é possível rir de si mesmo e das imperfeições naturais.

Os filtros usados por Cler não apenas suavizam linhas de expressão e melhoram a textura da pele, mas também servem como uma ferramenta de expressão criativa. Em seus vídeos e postagens, ela brinca com a ideia de que a beleza pode ser instantaneamente melhorada com um simples clique, gerando uma discussão sobre as expectativas de beleza na sociedade moderna. A ironia de se sentir bela virtualmente enquanto aceita e brinca com a própria aparência “real” é uma forma poderosa de comentar sobre a cultura da imagem que domina as redes sociais hoje.

Além disso, Cler enfatiza a acessibilidade desses filtros, demonstrando como qualquer pessoa pode manipular suas imagens para alcançar resultados surpreendentes ou até irreais. Essa acessibilidade também levanta questões sobre a autenticidade na era digital e como percebemos a beleza e a realidade. Ao fazer humor com os filtros, Cler não apenas entretém, mas também convida seu público a refletir sobre essas dinâmicas culturais e sociais.

Via Metrópoles

Veja também
Recentes
Memes do vovô
Memes do vovô
Memes do vovô