Mauro Mendes cobra ações para rodovia binacional Brasil-Bolívia; veja vídeo:

Mauro Mendes

Mauro Mendes, governador de Mato Grosso, exigiu medidas concretas do governo federal para construir a rodovia que ligará Vila Bela da Santíssima Trindade, em Mato Grosso, a San Ignacio de Velasco, na Bolívia. Durante uma audiência no Senado, organizada pelo senador Wellington Fagundes, Mendes destacou a necessidade de transformar décadas de discussões em ações reais. Ele enfatizou que a logística diferenciada da região pode impulsionar os ganhos comerciais dos dois países.

Importância econômica e logística

Mendes ressaltou que, apesar de o mercado latino-americano contar com mais de 400 milhões de consumidores, ele permanece subutilizado. Ele apontou que a integração logística, por meio da rodovia Brasil-Bolívia, pode reduzir custos e facilitar o comércio de fertilizantes, atualmente importados de outros continentes a preços mais altos. Além disso, o governador anunciou que o governo estadual iniciará a pavimentação dos primeiros 40 km do projeto, com planos para estender mais 40 km até a fronteira.

Colaboração binacional

A concretização do projeto depende, portanto, da colaboração entre os governos do Brasil e da Bolívia. A audiência contou com a participação de várias autoridades, incluindo o embaixador da Bolívia no Brasil, Horacio Villegas Pardo, e representantes de entidades como a Secretaria Nacional de Transportes Rodoviários e o Ministério das Relações Exteriores. Os senadores argumentaram que a rodovia é vital para o escoamento da produção agropecuária de Mato Grosso.

Participação da comunidade

O evento foi interativo, permitindo, assim, que cidadãos enviassem perguntas e comentários respondidos ao vivo pelos senadores e debatedores. Esta iniciativa visa, portanto, aumentar a transparência e o engajamento da população nos debates sobre infraestruturas estratégicas para o desenvolvimento econômico do país.

A construção da rodovia binacional representa, portanto, uma oportunidade crucial para melhorar as relações comerciais entre Brasil e Bolívia. Facilitando o transporte de mercadorias e reduzindo os custos logísticos, a rodovia beneficiará tanto produtores quanto consumidores de ambos os países.

Veja também
Recentes