Cadela é resgatada no RS após ser encontrada apoiada em um cano de chuveiro. Veja vídeo:

Uma emocionante operação de resgate durante as enchentes no Rio Grande do Sul tocou o coração de muitos brasileiros. Uma cadela foi encontrada apoiada em um cano de chuveiro, esperando por ajuda em meio à inundação. O vídeo do resgate, que viralizou nas redes sociais, mostra o momento exato em que voluntários encontram e salvam o animal.

Via Metrópoles

Devido às condições difíceis de acesso ao cômodo onde a cadela estava, os voluntários tiveram que fazer um buraco no telhado para retirar o animal com segurança. A cena final do vídeo é de pura celebração, com todos comemorando a vida salva em meio ao desastre natural.

As enchentes no Rio Grande do Sul, provocadas por chuvas intensas e a elevação do nível dos rios, causaram uma das maiores tragédias climáticas da história recente do estado. Milhares de pessoas foram afetadas, com dezenas de mortes e muitos desaparecidos. A situação crítica levou o governo federal a reconhecer o estado de calamidade pública em 336 municípios​.

A história do resgate da cadela simboliza a solidariedade em tempos de crise. A primeira-dama Rosângela Lula da Silva, conhecida como Janja, também adotou uma cadela resgatada das enchentes, destacando a importância de cuidar dos animais afetados pelo desastre. A cadela, agora chamada de Esperança, foi adotada durante uma visita da comitiva presidencial a Canoas, uma das cidades mais atingidas​.

O vídeo do resgate não só trouxe visibilidade para a situação dos animais durante as enchentes, mas também inspirou ações de solidariedade. Muitos usuários das redes sociais compartilharam a história, destacando a coragem dos voluntários e a importância de ajudar tanto pessoas quanto animais em situações de emergência.

Essa história reforça a necessidade de preparação e resposta eficaz a desastres naturais, tanto para humanos quanto para animais. As enchentes no Rio Grande do Sul são um lembrete do impacto devastador das mudanças climáticas e da importância de medidas preventivas e ações rápidas para minimizar danos futuros.

Para mais informações sobre como ajudar as vítimas das enchentes, você pode acessar os sites das autoridades locais e organizações de resgate animal.

Veja também
Recentes
Pintor morre eletrocutado em obra da Setasc em Cuiabá
Um trágico acidente de trabalho vitimou Paulo César, um pintor de 42 anos, na manhã desta terça-feira (21). O incidente ocorreu em uma obra da Secretaria de Estado e Assistência…
Vovô de olho