Árvores cortadas na Escola Militar Maria Dimpina Lobo gera revolta na população – Veja!

Na manhã desta segunda-feira (20), o corte de várias árvores no pátio da Escola Militar Maria Dimpina Lobo, localizada na Avenida Fernando Correa, em Cuiabá, provocou indignação entre os moradores locais. Um transeunte que passava pelo local registrou o acontecimento e expressou descontentamento com a ação, criticando a falta de preservação ambiental.

A cidade de Cuiabá, conhecida por suas altas temperaturas, beneficia-se significativamente da presença de árvores, que proporcionam sombra e ajudam a reduzir a intensidade do calor. Diante disso, a decisão de remover essas árvores do ambiente escolar foi vista como um retrocesso na gestão ambiental urbana, especialmente em uma instituição educacional onde se espera a promoção de valores sustentáveis.

Moradores e ambientalistas destacaram a importância das árvores para o ecossistema local, a qualidade do ar e o bem-estar dos estudantes e funcionários da escola. O corte provocou um debate sobre a necessidade de políticas mais rigorosas para a proteção ambiental nas áreas urbanas, especialmente em instituições de ensino, que deveriam ser exemplos de conservação e educação ambiental.

A comunidade espera que as autoridades escolares e municipais esclareçam os motivos por trás da remoção das árvores e que medidas sejam tomadas para compensar a perda ambiental, possivelmente com a implementação de um plano de replantio ou outras iniciativas verdes. A situação serve como um lembrete crucial da necessidade de equilibrar desenvolvimento e preservação ambiental nas cidades.

Veja também
Recentes