Jogador de futebol de MT descobre doença cardíaca e sonho de atuar em times maiores é interrompido

O jogador Handrey Silva Martins, de 17 anos, morador de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, que disputou o Campeonato Mato-grossense de 2022, descobriu que possui uma doença bacteriana que vai direto para as válvulas do coração e o sonho de atuar em times maiores foi interrompido.

O atleta ficou internado por 15 dias na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e precisou fazer cirurgia para colocar uma nova válvula e um marca-passo.

Handrey é jogador futebol desde os seis anos de idade. Segundo ele, desde criança, o sonho foi ser jogador profissional. Em janeiro, conseguiu participar de um time profissional e disputou o Campeonato Mato-grossense.

No entanto, segundo Handrey, no dia 13 de setembro, ele começou a partida mais difícil da sua vida, lutar pela própria sobrevivência.

O jogador foi hospitalizado com febres altas e logo em seguida teve o diagnóstico de uma endocardite bacteriana, uma doença que vai direto para as válvulas do coração.

Geralmente a doença é comum em pessoas que já tem tem algum problema na válvula, que era o caso do jogador, mas ele não sabia.

“Eu nasci com uma válvula bicúspide, o normal seria tricúspide, mas até o momento eu nunca tive sintomas, sempre levei uma vida normal de atleta de alta intensidade”, disse em post nas redes sociais.

Segundo ele, tudo isso o pegou de surpresa e ficou 14 dias no hospital em Rondonópolis. No entanto, no dia 28 de setembro, precisou ser transferido as pressas para São Paulo, a família precisou de uma UTI Aérea, já o caso tinha uma complicação e tudo indicava que ele teria que passar por uma cirurgia de emergência, ou seja, o caso era gravíssimo.

No dia 2 de outubro, enquanto acontecia o primeiro turno das eleições gerais de 2022, Handrey passou por uma cirurgia cardíaca de peito aberto para a implantação de uma prótese biológica. A medida foi necessária porque a bactéria causou vários problemas graves, atingindo a parte elétrica do coração.

Além da válvula, o jogador teve que implantar um aparelho de marca-passo. No total, o jogador passou quase dois meses internado e 15 dias na UTI. Atualmente, está em casa em recuperação.

Entretanto, as dívidas com hospitais ficou em torno de R$ 550 mil e o jovem busca recursos para pagar as contas.

“Infelizmente o sonho de ser jogador de futebol foi interrompido, mas agradeço a Deus por me dar a oportunidade de estar vivo”, finalizou.

Via G1 MT

Veja também
Recentes
Memes do vovô