Após agressão, motorista de aplicativo alega medo de sofre golpe: “Passageiro diz que vai pegar o dinheiro e some”

Acusado de agredir uma passageira em Cajazeiras XI, o motorista de aplicativo se apresentou nesta segunda-feira (11) na 13ª Delegacia Territorial (DT/Cajazeiras). Ao ser abordado pela imprensa, o suspeito tentou se defender, alegando que poderia ter sofrido golpe ao final da viagem.

“Porque eu rodo em inDrive, colegas que rodam inDrive por gentileza, se puderem falar aí qual procedimento? A gente não tem garantia nenhuma que a gente vai receber corrida, você chega no final da corrida, o passageiro diz que vai pegar o dinheiro e some, já aconteceu várias vezes”, indaga o homem.

Apresentando um comportamento agressivo com os colegas de imprensa, o motorista alegou que era para as passageiras fazerem o pagamento da viagem faltando 10 minutos para o encerramento da corrida. Contudo, uma das passageiras negou realizar o pagamento nessa condição feita pelo acusado.

Peguei elas duas, aí falei quando chegasse faltando 10 minutos para chegar ao final da corrida, elas faziam o Pix. Quem fez o Pix não foi nem ela, quem pagou a corrida foi a outra, a Isadora que pediu a corrida, aí ela que estava atrás de mim falou assim: ‘não, tem que pagar no final, tem que pagar no final, não é isso não, eu não vou pagar agora, eu tenho que pagar no final’. Eu falei: ‘eu tô trabalhando, se a senhora continuar desse jeito assim, eu vou ter que parar e não vou seguir a corrida’”, relata o suspeito.

A repercussão do incidente também levou a uma discussão mais ampla sobre a relação entre motoristas e passageiros e as expectativas de respeito mútuo e profissionalismo. Muitos apelaram para uma cultura de maior empatia e compreensão dentro da comunidade de transporte por aplicativo, destacando que a segurança e o bem-estar devem ser prioridades compartilhadas por todos os envolvidos.

Via BNews

Veja também
Recentes
Memes do vovô