Alunos do ensino médio fazem vídeo de combate à dengue e viralizam na web.

Não conseguiu 🦟❌

Os alunos do terceiro ano do Ensino Médio da Escola Salvador Jesus Cristo, em Alvorada, no Rio Grande do Sul, viralizaram na última semana com um vídeo de dicas para combater a dengue. A dedicação do _terceiraojc valeu a pena e o post foi visto mais de 1 milhão de vezes nas redes sociais. Faça igual a esses adolescentes e adote medidas de prevenção à dengue na sua casa. O Brasil alcançou o total de 3,8 milhões casos prováveis de dengue nesta quarta-feira (24) e já são mais de 1.725 mortes por dengue neste ano.

O projeto realizado pelos alunos do terceiro ano do Ensino Médio da Escola Salvador Jesus Cristo destacou-se não apenas pela sua popularidade nas redes sociais, mas também pelo impacto educativo e comunitário que provocou. A iniciativa dos estudantes, que envolveu a criação e divulgação de um vídeo com dicas práticas de prevenção à dengue, chegou a um momento crítico, considerando os alarmantes números de casos e mortes relacionados à doença no Brasil.

O vídeo, que rapidamente se espalhou pelas plataformas digitais, alcançando mais de um milhão de visualizações, serve como um lembrete vital sobre a importância de combater o mosquito Aedes aegypti, vetor da dengue. As dicas compartilhadas pelos alunos incluem a eliminação de água parada, a manutenção regular de jardins e áreas externas para evitar acúmulos hídricos, e o uso de repelentes pessoais.

Essa ação dos estudantes vai além do ambiente escolar, influenciando a comunidade a adotar práticas mais seguras e conscientes. A resposta positiva do público demonstra o poder da educação e da iniciativa jovem em fomentar mudanças significativas e promover saúde pública.

Neste contexto, a conscientização sobre a dengue é mais crucial do que nunca. Com a crescente incidência da doença, que só neste ano já resultou em mais de 1.725 mortes, torna-se essencial que cada indivíduo tome medidas preventivas. Esforços como o dos alunos do _terceiraojc são fundamentais para educar e inspirar a população a combater efetivamente a proliferação do Aedes aegypti, reduzindo assim os riscos de surtos e epidemias de dengue.

Via Terra

Veja também
Recentes